Publicidade

sexta-feira, 17 de outubro de 2014 viagem | 17:13

Descobri que o Brasil de verdade existe, só que ele fica… na Costa Rica!

Compartilhe: Twitter
Gisele na Costa Rica

Gisele Bündchen no mar da Costa Rica

Tem um país onde as pessoas são alegres e de bem com a vida, adoram dar atenção para os turistas e amam loucamente o futebol. A costa tem praias lindas de águas temperadas, natureza exuberante, florestas tropicais lotadas de araras, macacos, tucanos e bichos-preguiça. O clima é quase sempre quente, chove no inverno. É ponto de encontro de surfistas e o ecoturismo é uma das principais atividades. A top model número um do mundo tem uma casa de veraneio lá.

Parece um lugar que você conhece bem, não?

É uma pena que as semelhanças entre o Brasil e a Costa Rica fiquem por aí.

 

praia na Costa Rica

Praia na Costa Rica na costa do país banhada pelo mar do Caribe

No resto, infelizmente, eles dão aula de civilidade para nós.

Talvez por conta de ser um país muito bem educado, onde 96% da população é alfabetizada, a escola pública tem ensino de qualidade e obrigatório até a 6ª série, o respeito às diferenças vem naturalmente e a homofobia não tem vez.

Todos os gays com quem conversei nos dias em que estive lá me disseram que crescer gay na Costa Rica não envolve medo, violência, crimes. Tem as questões pessoais da sexualidade de cada um, mas até aí todo mundo tem suas questões pessoais, né? Nenhum deles contou casos de discriminação, nem na escola, nem na faculdade, nem no mercado de trabalho.

 

Enquanto isso, no nosso Brasil varonil, ser gay só não é pior do que nos países muçulmanos, onde a homossexualidade é crime sujeito à pena de morte. Considerando os dados da violência homofóbica, o Brasil, hoje, é o pior lugar do mundo para ser gay: acontecem no nosso território 44% dos crimes de morte contra homossexuais. Foram 313 casos no ano passado, ou uma morte a cada 28 horas.

A Costa Rica tem florestas tropicais como as nossas. Aqui, enquanto madeireiras desmatam e desviam caminhões carregados na calada da noite, burlando a lei, arriscando o equilíbrio ecológico e ameaçando as espécies animais,  na Costa Rica a floresta AUMENTOU, e hoje cobre 52% do território nacional.

Bicho preguiça em floresta tropical na Costa Rica

Bicho preguiça em floresta tropical na Costa Rica

Em trechos da floresta que tinham sido derrubados para formar pasto as árvores foram replantadas e voltaram a fazer parte da floresta. Eles descobriram que era um negócio muito melhor vender turismo ecológico do que carne.

O exército nacional foi descontinuado em 1948. O dinheiro que era usado para manter o exército foi todo direcionado para a educação, garantindo para as próximas gerações escolas públicas de melhor qualidade. Além, é claro, de os jovens não terem mais a preocupação de se alistar e ser convocados para o exército.

 

O atual Ministro do Turismo da Costa Rica é gay, no primeiro caso de um gay assumido ter um cargo de alto escalão no governo de um país da América Latina.

Claro que a Costa Rica é um país minúsculo, menor do que muitos Estados brasileiros, com população total de menos de 5 milhões de habitantes. Mas ali eu vi que aquela fama que o Brasil quer vender sobre os brasileiros é mais autêntica do que aqui. Hoje, que todo mundo viaja para todo canto, temo que nossa fama de povo caloroso e receptivo esteja aos poucos sendo substituída por outra bem pior: de um povo alienado, ignorante, violento e intolerante.

 

 

Autor: Tags:

Nenhum comentário, seja o primeiro.

 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios